“PORQUE ERA ELE, PORQUE ERA EU”

375118_312106222256578_1663478270_n

Em seu ensaio o escritor francês Michel Eyquem de Montaigne descreve sua amizade com o jovem amigo La Boétie,  embora a idade fosse consideravelmente diferente a amizade de ambos era intensa e única, infelizmente o jovem amigo morreu prematuramente deixando muito triste seu companheiro inigualável ,  quando lhe foi perguntado como era possível uma amizade tão grande e intensa  entre pessoas de idades diferentes Montaigne definiu com uma breve frase “ Porque era ele”. Anos depois numa nova releitura afim de dar vida nova a seus ensaios antigos Montaigne acrescenta a frase “Porque era eu”.

Na amizade descrita por Montaigne as almas se fundem a ponto de não haver linha de demarcação, não ha explicação do que se viu no ser amado, não ha uma escolha que possa explicar o motivo dessa conexão entre  dois amigos e tampouco se há ou não um interesse erótico nessa aproximação , nada é explicável e nada é racional.

Tal frase no entanto, é de extrema perfeição e coerência para se explicar o inexplicável.

P2.e2e2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s