NÁUFRAGO FERIDO

11825972_711942445578697_187176646958526581_n.jpg

DO OUTRO LADO DA ILHA, SIM EXISTIU UM AMOR, UMA DOR, UMA FLECHA ENFIANDO FUNDO NO CORAÇÃO, BANHADO NELA VENENOS, CIUME, DISTÂNCIA, PAIXÃO.

 

O BARCO QUE ME LEVAVA, SEM RUMO, UM DIA PAROU, DO OUTRO LADO DA ILHA, DE UM GRUPO ME SEPAROU, QUE FELICIDADE A MINHA, AO ACORDAR UM DIA, E CONTEMPLAR PEGADAS PEQUENAS, DE UMA SEREIA LINDA.

 

SIM VI QUE NÃO ESTAVA SOZINHO, TRILHEI UM CAMINHO, DE POESIAS, CONTOS REAIS, DO OUTRO LADO DA ILHA, SIM EXISTIU UM AMOR, UMA DOR, JAMAIS COMPREENDIDO, PORQUE NUNCA FOI SENTIDO.

 

DO OUTRO LADO DA ILHA, DESEJOS, MAS SÓ VIVEMOS OS MEDOS,
NENHUM BEIJO, ABRAÇO, AMOR, ENTRELAÇOS…
FOI SÓ A REALIDADE DE UM SONO OU UM SONHO ACORDADO REAL?

AH, AS PERGUNTAS, SEMPRE EXISTIRÃO.
LEI DE MURPH, O QUE TIVER QUE ACONTECER, VAI ACONTECER,
BOM OU RUIM, RUIM OU BOM, ENTRE NÓS, AMBOS, ENCONTROS, DESENCONTROS.

 

PORQUE ELA A SEREIA QUE VINHA LOGO CEDO ME ACORDAR O DIA,
NUNCA FOI CAPAZ O SUFICIENTE DE ENTENDER QUE DO OUTRO LADO DA ILHA…

SIM EXISTIU UM AMOR, UMA DOR, UMA FLECHA ENFIANDO FUNDO NO CORAÇÃO, BANHADO NELA VENENOS, CIUME, DISTÂNCIA, PAIXÃO.

 

ACHO QUE JAMAIS TAMBÉM ENTENDEREI PARTIDAS,
OU SER TROCADO POR OUTROS, ASSISTIR SENTADO SUA IDA.
JÁ NÃO BASTAVA O FIM DAS TARDES, O MAR CHEGANDO, MARÉ SUBINDO.
NÃO. NÃO ENTENDEREI, SEMPRE SUBIRÁ EM MIM UM FUROR.
É O VENENO TRIPLO FAZENDO EFEITO: CIUME, DISTÂNCIA, PAIXÃO… DOR!

TANTOS EFEITOS COLATERAIS AO MESMO TEMPO EM MIM,
DO CIÚME A RAIVA, NA DISTÂNCIA, O MEDO, UMA VONTADE DE CHORAR,
NA PAIXÃO, O AMOR, QUE APAZIGUA TUDO, NA VONTADE DE TE ABRAÇAR.

 

MAS…
JAMAIS ENTENDERÁ ISSO,
PARTO MORRENDO, CORRENDO RISCOS,
NAS DO ONDAS DO MAR DA VIDA…
SÓ ME RESTA O AMOR, VIVENDO IDIOTA, POR MAIS UM TEMPO, UM DIA.

 

SIM BANDEIRA BRANCA, NÃO HAVERÁ MAIS RECLAMAÇÕES,
SEJAMOS CADA UM, DEVORADO POR TUBARÕES.
CEDAS A QUEM DEVE CEDER, NÃO SEI EU CONTROLAR MEU SER…
ACHAS QUE É FACÍL, GUARDAR NO PEITO RAIVA, SEM NADA FALAR,
E SE ISSO CONSEGUES, SEI LÁ… NÃO ME PARECE, AMAR.

 

SÓ SEI QUE…
DO OUTRO LADO DA ILHA, SEMPRE EXISTIRÁ UM AMOR, UMA DOR, UMA FLECHA ENFIANDO FUNDO NO CORAÇÃO, BANHADO NELA VENENOS, CIUMÉ, DISTÂNCIA, PAIXÃO.

 

SÓ SEI QUE…
DO OUTRO LADO DA ILHA, SEMPRE EXISTIRÁ,
UM HOMEM, PERDIDO, NÁUFRAGO, ENCONTRADO,
RECHEADO DE POESIAS, PRA QUEM LHE FEZ VIVER, OS MELHORES MESES, AMADO!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s