CAPUCCINO

Numa avenida popular dessa grande metrópole sentada numa mesa a olhar insistentemente pra porta cá estou.

Eu o vi entrar….reconheci de imediato seu semblante, suas roupas e enalisei seu modo de andar.

Nesse momento me senti tão pequena num mundo gigante tamanha a euforia dentro de mim. Será mesmo  aquele a quem esperei por tanto tempo?

A voz era inconfundível, mesmo nervosa e tímida meio sem querer sair, mas sim era ele parado estátivo à minha frente esperando encontrar em mim a resposta do proximo passo a ser dado.

Resolvi tirar a ambos desse momento embaraçoso e inacabável e corri a lhe dar um abraço, como idealizei tantas vezes  aquele abraço era grande, aconchegante e meu.

Poderia permanecer ali até o mundo acabar, de olhos fechados me inebriando com seu perfume num abraço quente, era tudo o que eu queria e acho que permeneci nessa posição por algum tempo que não sei bem quanto, o tempo é relativo quando estou com você, talvez nem ele saiba por quanto tempo permanecemos ali assim nessa posição, talvez se perguntassemos à quem estava naquela lanchonete eles saberiam nos dizer mas a verdade é que nem mesmo sei dizer se havia mais alguém lá além de nós dois e a garçonete. Acho que até mesmo ele se perdeu no tempo. Ou será que fui só eu que perdi o chão quando me lancei em seu abraço?

“Dois Capuccinos por favor” – e acho que nem respirei pelos primeiros dez minutos, engraçado como assunto nunca nos faltou mas naquele momento as palavras me fugiram e não soube o que dizer, me perdi no teu olhar, me perdi na sua voz e no seu jeito tímido.

Tanta coisa pra te dizer e embora fossemos amigos a algum tempo pareceu-me que te conheci naquele instante, era como se fosse um caminho a percorrer pela segunda vez mas com alguém muito íntimo ao meu lado.

Amei esse momento, foi único, foi o início de verdade de nós dois e agora aqui me recordando sinto meu peito explodir, sinto vontade de sorrir e chorar e correr pra você, te ligar, te abraçar eternamente, te beijar e te dizer que és o meu par perdido nesse mundo mas te encontrei. E quantas pessoas tem essa sorte no mundo de se achar? Mas nós nos achamos a muitas léguas.

Hoje o único caminho que anseio percorrer novamente será aquele que me permite estar com você e a seu lado não importa pra onde porque com você eu não tenho medo de caminhar.

Quero muitos Pores do sol com você e muitas chuvas no final da tarde, pode ser a noite mais simplória ou o amanhece mais ingênuo não importa porque tudo fará sentido com você.

Sei que a vida não é uma onda de perfeição mas sei que tudo é superável se a nosso lado caminha alguém que nos ajuda a transpor as barreiras impostas pela vida.

E por essas certezas e tantas outras hei de amar cada Cappuccino que tomar a seu lado como se fosse essa nossa primeira vez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s